Por Edvaldo Corrêa, Gerente de Novos Negócios Tecverde

Nos canais digitais da Tecverde apresentamos por meio de materiais orientativos a sustentação da tese que obras executadas com construção industrializada offsite tem resultados financeiros muito superiores a outros sistemas construtivos.

As obras da Tecverde, por exemplo, são executadas até quatro vezes mais rapidamente do que no sistema convencional. De um lado, isto ajuda o incorporador a realizar medições mais elevadas com o agente financeiro (historicamente, clientes Tecverde recebem cerca de 40% das medições já no primeiro terço do cronograma do empreendimento); e, de outro, mitigam significativamente os riscos ao reduzir de forma acentuada a incidência de inflação sobre os custos globais da obra e expõe menos mão-de-obra e terceiros no canteiro.

Considerando estes fatores, é possível evidenciar os indicadores na viabilidade econômico-financeira e, com um fluxo de caixa consistente, demonstrar os saldos positivos acumulados no início da obra, que permitem ao incorporador alavancar a execução de outros empreendimentos imobiliários e impactar os acionistas e investidores ao analisar o capital investido versus retorno.

Esta discussão foi uma das pautas abordadas na primeira TECLIVE deste ano, organizada pela Tecverde e que teve a Tenda como convidada. Participaram pela Tecverde, o CGO Caio Bonatto; e, pela Tenda o CFO Renan Sanches e o RI Alvaro Kauê Rodrigues.

Segundo o CFO da Tenda “alongar o prazo de execução das obras não gera valor para o negócio. Obras rápidas, sim. No repasse, no caso do apoio a produção, os valores do financiamento (receitas) das unidades travam e o dinheiro fica queimando pela inflação, seja no custo fixo ou na própria obra”. A Tenda não pretende aumentar o valor do pró-soluto, até em virtude de sua estrutura atual de modelo de cobrança, que tem ano após ano diminuído os índices de inadimplências! Ainda, para o CGO da Tecverde “executar unidades no ciclo ótimo do empreendimento é uma das principais vantagens deste tipo de operação, pois, além de não trazer qualquer prejuízo para o pró-soluto ainda ajuda a gerar caixa por conta das medições aceleradas”.

Como visto, questões recorrentes por parte das construtoras acostumadas a executarem obras de ciclo longo, como o caso do pró-soluto, acabam tendo impacto minimizado ao analisarmos com profundidade os ganhos e benefícios da construção industrializada.

Você pode assistir ao evento na íntegra logo abaixo: 

Saiba mais:
>> Os benefícios do wood frame para a construção civil Brasileira
>> Popular no exterior, construção ‘off-site’ ganha força no Brasil com a pandemia
>> Tenda anuncia ao mercado parceria com a Tecverde na construção off-site
Copyright © 2021
Ir para o topo