SUSTENTABILIDADE


Somos nacionalmente reconhecidos pela atuação nas áreas de Sustentabilidade, Inovação e Eficiência, estes são valores intrínsecos a todo e qualquer produto, serviço ou decisão da empresa. Consideramos que a sustentabilidade é mais uma variável do negócio que bem gerenciada, traz vantagens competitivas para o mercado da construção civil, como a redução de custos com a matéria prima, logística, aumento nos níveis de qualidade de vida da mão de obra e mais qualidade no entorno das habitações. 

2014

Desde 2014 somos signatários do Pacto Global.




ONU

Veja o nosso último Relatório de Sustentabilidade.

baixar-relatorio


SISTEMA CONSTRUTIVO TECVERDE


Baseado em recursos naturais renováveis, aumenta a eficiência tanto na obra como na operação da edificação em relação a construção convencional.


    Impacto ambiental
    Geração de resíduos sólidos
    Consumo de recursos hídricos
    Consumo de energia
    Poluição do ar

    Energeticamente mais eficiente
    Conforto térmico
    Conforto acústico
    Design flexível
    Durabilidade

Estudos realizados mundialmente mostram que produtos à base de madeira de florestas plantadas em relação a outros materiais usados na Construção Civil, emitem menos gases de efeito estufa.

estudos

ABSORÇÃO


Emissões de CO2 em madeiras brasileiras.

Distribuição de Florestas Plantadas com Pinus

Total 1.562.782 ha

Limites Estaduais/Federais

Madeira de florestas plantadas serrada: 155 kgCO2/t

Madeira nativa serrada (proveniente da Amazônia): 16.236 kgCO2/t

A madeira oriunda de florestas plantadas, além de ter emissões de CO2 até 105 vezes menores do que as da madeira nativa serrada, é considerada neutra em carbono, uma vez que o gás carbônico gerado pelo seu transporte e beneficiamento é quase inteiramente compensado durante sua fase de crescimento, resultando num saldo deste gás na atmosfera próximo a zero.

Esta é uma das razões da Tecverde utilizar madeira estrutural de florestas plantada do tipo Pinus.

Fonte 2: Punhagui, K. R. G.Potencial de reducción de las emisiones de CO2 y de la energía incorporada en la construcción de viviendas en Brasil mediante el incremento del uso de la madera. 2014.

MADEIRA NA CONSTRUÇÃO


Eficiência energética.

Fonte: Building Green with Wood in B.C. – Module 3: Energy Conservation, 2015.

 

Energia incorporada: quantidade de energia (direta e indireta) utilizada para erguer a edificação.

Energia operacional: quantidade de energia utilizada durante a vida útil da edificação, ou seja, pós-ocupação.

MADEIRA NA CONSTRUÇÃO


Comparativo de Conservação de Recursos em relação a com construção em Aço.

Copyright © 2017
Ir para o topo